top of page
  • Foto do escritorMaria Júlia Braz

A etiologia traumática do ser

Atualizado: 11 de nov. de 2023


A etiologia traumática do ser

O que me fez ser assim? O que aconteceu comigo para que eu seja a pessoa que eu sou hoje?Essas perguntas são muito comuns quando começamos a nos indagar a respeito de nós mesmos.


Hoje em dia uma resposta fácil, para estas perguntas complexas, que encontramos aos montes nas redes sociais é a seguinte: “você é o resultado dos seus traumas”.


Incontáveis conteúdos publicados por aqui relacionam certos padrões comportamentais a traumas do passado.


Geralmente a fórmula é essa: “se você faz x coisa, é porque você teve um trauma (e talvez nem saiba)”. Mas será que essa equação abrange toda a complexidade da etiologia traumática do ser?


 


1- O PAPEL DOS TRAUMAS NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE

Essa fórmula básica é muito simplista. Se olharmos atentamente, veremos que os comportamentos destacados são completamente banais, e o trauma referido é inespecífico, deixado em aberto para se encaixar na projeção particular de cada um. Os traumas existem, e certamente podem influenciar nosso comportamento no presente.



2- TRAUMA E RESPONSABILIDADE: UM EQUILÍBRIO DELICADO


Mas, dito isso, precisamos lembrar que a procura por um trauma que explique nossos comportamentos atuais é uma forma de desresponsabilização.


Quando buscamos um trauma que explique o que somos no hoje, estamos na verdade buscando uma causa - separada de nós pelo tempo – que justifique nossos comportamentos.


Como uma panaceia, o trauma vem nos resgatar da angústia frente à necessidade de nos responsabilizarmos pelos nossos atos.



3- AUTOCONSCIÊNCIA E AUTONOMIA: ALÉM DOS TRAUMAS


A dura verdade é que, independentemente do que tenha nos acontecido no passado, a responsabilidade por aquilo que somos no hoje é inteiramente nossa, pessoal e intransferível, independente da etiologia traumática do ser.


Por último, vale a reflexão: se somos o resultado dos nossos traumas, o que verdadeiramente podemos chamar de eu? Será que tudo o que somos é o que foi feito de nós?


Gostou da matéria? Compartilhe e continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro das novidades, e até a próxima!


Deseja saber mais, tirar dúvidas ou agendar sua consulta? Entre em contato nos links abaixo:

Maria Júlia Braz - Psicoterapeuta (11) 99317-7217 | mariajuliabrazcontato@gmail.com

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page