top of page
  • Foto do escritorMaria Júlia Braz

Depressão: a morte do futuro

Atualizado: 11 de nov. de 2023



O que nós entendemos como depressão não pode ser visto como um fenômeno único. Cada episódio depressivo é uma manifestação particular, e tem que ser entendido como tal.


Essa é uma verdade para tudo aquilo que entendemos como doença mental. Temos que observar como elas se desdobram de maneira singular, pois as doenças psíquicas sempre aparecem para nós como um conjunto único de sintomas e experiências, que refletem cada circunstância particular.



 

1- MANIFESTAÇÕES INDIVIDUAIS DA DEPRESSÃO


Dito isso, nós costumamos aglutinar algumas manifestações que apresentam sintomas similares (porém não iguais) em grupos, para melhor entendê-los. Cada abordagem da psicologia fará esse agrupamento de forma ligeiramente distinta.



2- A PERDA DO FUTURO COMO MARCA PRINCIPAL


O que esses modelos têm em comum, ao caracterizar a depressão, é que sua marca principal é a perda do futuro. A pessoa deprimida não imagina um futuro para si. Ou, se imagina, esse futuro é trágico e cheio de sofrimento. Se a manifestação da depressão tem algo em comum, sua causa varia tanto quanto possível.



3- CAUSAS DIVERSAS DA DEPRESSÃO


Pode ser igualmente desencadeada por um trauma do passado, por um luto, pela perda de uma relação, de um emprego, por um cotidiano frenético, por um cotidiano vazio etc.


Por toda essa variedade de manifestações e causas da depressão, é impossível encontrarmos um caminho único para seu enfrentamento, que se encaixe na vida de todos que sofrem com ela.



4- RECONECTANDO-SE COM SONHOS E ASPIRAÇÕES


Mas, se compreendemos que seu cerne é a perda do futuro, entendemos também que a superação da depressão passa, obrigatoriamente, por um momento em que voltamos a sonhar.


No entanto, quando estamos deprimidos é muito comum que fiquemos desesperados. Que busquemos nos livrar o quanto antes destes sentimentos.


Por isso é muito importante que tenhamos cuidado com soluções fáceis, que prometem extirpar toda a dor, pois elas não funcionam e podem agravar nossos sentimentos de fracasso.



5- IDENTIFICANDO OBSTÁCULOS E ABRAÇANDO O FUTURO


A melhora da depressão tem que ser construída artesanalmente na vida de cada um. Não é fácil e exige paciência, mas é necessário e é possível.


Para começar, o melhor que podemos fazer é entrar em contato com aquilo que se coloca entre nós e o nosso futuro. Pode até parecer, mas nosso futuro não morreu. Sempre há algo que possamos fazer.


Se você estiver precisando, peça ajuda. É possível criar refúgios, internos e externos, à partir dos quais podemos existir, com menos carga e menos sofrimento.


Gostou da matéria? Compartilhe e continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro das novidades, e até a próxima!


Deseja saber mais, tirar dúvidas ou agendar sua consulta? Entre em contato nos links abaixo:

Maria Júlia Braz - Psicoterapeuta (11) 99317-7217 | mariajuliabrazcontato@gmail.com



Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page